Está aqui: Skip Navigation LinksInício / ADIC+ / Notícias / ADIC Notícias
ADIC Notícias 127 Notícias publicadas
       
Publicada a 13 de julho de 2018 às 13:16h
A Direção da ADIC reunida no passado dia 20 de junho, após análise e discussão, por unanimidade, decidiu aprovar na integra a proposta do Júri do Concurso da empreitada para construção do novo Centro Social, despachando e ficando devidamente registado, em síntese, o seguinte: • Adjudicação da empreitada do novo Centro Social de Vilarinho ao concorrente ALVAPE —Construção e Obras Públicas, Lda; • Pelo valor global de 891.974,92 € (oitocentos e noventa e um mil novecentos e setenta e quatro euros e noventa e dois cêntimos), acrescidos de IVA à taxa legal em vigor, ou seja 23%; • Aprovação da minuta do contrato. Em breve tornaremos público a data da assinatura do contrato de adjudicação. A Direção


Publicada a 05 de julho de 2018 às 13:18h
Durante o mês de junho deu-se por concluída a 1ªFase do Projeto AGA@4Life, fase de Recolha de dados, através da realização de exames respiratórios, de análises sanguíneas, da medição da tensão arterial e de testes de avaliação cognitiva. No presente mês de julho já se deu início à 2ª Fase do Projeto – Intervenção, nomeadamente à realização de tratamentos terapêuticos na área de audiologia, duas vezes por semana, o que irá perfazer um total de 10 sessões para cada utente. A Avaliação Geriátrica Ampla (AGA) observa o idoso de forma integral, é uma análise multidimensional e multidisciplinar e tem por objetivo determinar as fragilidades do idoso, permitindo detetar alterações que vão para além do alcance de uma exame clínico tradicional. Deteta as deficiências, incapacidades e desvantagens que o idoso apresenta, de forma a traçar um plano de cuidados, acompanhamento e reabilitação a longo prazo. A AGA distingue-se, também, por colocar a tónica na avaliação da capacidade funcional do idoso e na sua qualidade de vida. (Filho e Kikuchi, 2012) “A relação de interdependência de conhecimento e sensibilidade para garantir que o cuidado prestado [está] embasado na visão sistémica do indivíduo” (Barbosa&Valadares, 2009:18) Este projeto corresponde a um desafio social de grande importância na atualidade, com expressão particular na área do envelhecimento ativo, autónomo e saudável. Reconhecemos a adequação e relevância das ações definidas no AGA@4life, realçando o seu contributo para a prossecução dos objetivos da nossa Instituição.


Publicada a 18 de junho de 2018 às 13:19h
Reconhecendo a relevância da atividade que a ADIC - Associação de Defesa do Idoso e da Criança de Vilarinho, Lousã tem vindo a desenvolver junto dos seus clientes, utentes e sociedade em geral, a Instituição é uma das seis potenciais instituições beneficiárias desta campanha no seu ano de lançamento. A Escola Profissional da Lousã apresenta este ano uma aplicação para plataformas móveis de cariz solidário - Martelário, pensada e criada para mobilizar a comunidade a participar ativamente na angariação de pontos a favor de uma instituição pública ou privada de solidariedade social. Com inspiração na iconografia da época, a aplicação para Smartphones desenvolvida em parceria com o Instituto Superior de Ciências Educativas do Douro (ISCE-Douro) consiste na simulação virtual das tradicionais “marteladas sanjoaninas” e dá ao utilizador a oportunidade de acumular pontos e ajudar uma entidade. Na prática, é dada possibilidade ao utilizador de interagir “fisicamente” com a aplicação que, com recurso a sensores de movimento do equipamento (giroscópio e acelerómetro), simula o movimento de um martelo. A acumulação de pontos é proporcional ao número de marteladas de cada participante que, aquando do registo, escolhe a instituição em prol da qual irá participar. No final, as três instituições com pontuações mais elevadas receberão prémios, em material técnico, no valor de 1.000, 500 e 250 euros, respetivamente. Período de contagem da Marteladas: quinta-feira, dia 21, a partir das 18h00m, terminando pelas 23h59 de domingo, 24 de junho. Em 2018, são seis as instituições a concurso: - ADIC - Associação de Defesa ao Idoso e Crianças da Freguesia de Vilarinho - ARCIL - Associação Para a Recuperação de Cidadãos Inadaptados da Lousã - ARCS Gândaras - Associação Recreativa, Cultural e Social das Gândaras - Associação Vida Abundante - Centro Paroquial de Solidariedade Social da Freguesia de Serpins - Centro Social de Casal de Ermio Martele por NÓS!!!!


Publicada a 14 de junho de 2018 às 17:52h
Foi no Dia de Portugal, que alguns pais se juntaram para enriquecer o exterior do nosso jardim de infância no âmbito do projeto Eco-escolas. Foi construido um estendal, um tanque e um poço onde vamos passar a fazer o aproveitamento da água da chuva. Agora é brincar, brincar muito e dar asas à imaginação. A Direção, a todos agradece


Publicada a 19 de maio de 2018 às 15:52h
No âmbito do Dia Mundial da Pastelaria, 17 de maio, a Pastelaria Casa do Pão aceitou o desafio de preparar e confeccionar broas e bolos com os utentes de Centro de Dia da ADIC. O requinte da conjunção dos sabores, a diversidade na apresentação e a estética cativante são características que distinguem esta Pastelaria e o seu modo de confeção. Este espírito criativo foi incorporado pelos nossos idosos que resolveram então “pôr a mão na massa”. O objetivo deste dia é celebrar a alegria de cozinhar doces, adoçando o nosso paladar e os daqueles que gostam de nós. O nosso lanche ficou mais saboroso com todos os doces que fizemos e trouxemos connosco. O nosso muito obrigada à Pastelaria Casa do Pão, nomeadamente à proprietária Sofia, que nos proporcionou esta experiência e este agradável palato!


Publicada a 24 de abril de 2018 às 17:26h
No âmbito do concurso público para a construção do novo Centro Social - Processo nº CP/1/2018, Anúncio de procedimento nº 1565/2018 – DR nº 54 de 16/03/2018, o Júri do Concurso apresentou à Direção dois pareceres a fim de serem apreciados, discutidos e decididos, a saber: - Parecer sobre os erros e omissões do caderno de encargos; - Parecer sobre a prorrogação de prazo. A Direção, em reunião realizada no passado dia 11 de abril, tomou conhecimento dos referidos pareceres e de toda a documentação anexa aos mesmos e, nos termos do disposto no artº. 64º do CCP, decidiu: - Aprovar todas as alterações dos erros e omissões identificados na lista anexa ao parecer do Júri; - Autorizar a prorrogação do prazo de apresentação de propostas para o dia 30 de abril de 2018, pelas 23h59m. – Foi deligenciado pela atualização da plataforma acinGOV e pela publicitação em anúncio, o qual foi publicado através do Aviso de prorrogação de prazo nº 556/2018, publicado no Diário da República n.º 73/2018, Série II de 2018-04-13. Consulte AQUI. Abaixo poderá consultar o ficheiro PDF do anúncio de prorrogação do prazo. A Direção


Publicada a 30 de março de 2018 às 18:53h
Destine 0,5% dos seus impostos liquidados e o reembolso do IVA suportado à ADIC e ajude assim a Instituição. Preencha o campo 1101 do Modelo 3 (rosto) com o NIF: 504 000 349. Clique AQUI para ver em vídeo o folheto institucional. No momento do preenchimento da declaração de rendimentos, poderá destinar 0,5% do IRS liquidado ou doar a dedução do IVA a uma instituição. Desde IPSS, entidades religiosas e pessoas coletivas de utilidade pública, incluindo as que têm fins ambientais e culturais. Isto é a consignação do IRS – também conhecida como consignação fiscal – e a escolha é sua. Sabia que pode doar 0,5% do seu IRS a uma Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS), sem qualquer custo para si? Não pagará mais impostos, nem verá o reembolso do seu IRS diminuído por isso. A sua doação é retirada ao valor do imposto devido ao Estado. Ao preencher a sua declaração de IRS, indique o NIPC da Instituição, neste caso a ADIC, nif: 504 000 349, que deseja apoiar no quadro 11 do Rosto da Dec. Mod 3. Ao fazê-lo estará a ajudar e a ser SOLIDÁRIO. Assim, a ADIC Vilarinho apela a TODOS os contribuintes para consignarem 0,5% do seu IRS à Instituição. A totalidade dos impostos que pagamos destinam-se a financiar as despesas públicas do Estado sem nós decidirmos diretamente onde são aplicados. A única exceção existente é a possibilidade de destinar 0,5% do nosso IRS a uma determinada Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS), de acordo com a regulamentação da Lei nº 16/2001, de 22 de junho. Esta consignação fiscal, não representa qualquer custo adicional para o contribuinte. A consignação de IRS não tem custos para o contribuinte. São 3.760 as IPSS que pediram e completaram as condições para poderem vir a beneficiar dos 0,5 % de IRS. Com total transparência e certeza afirmamos que a ADIC Vilarinho é uma dessas Instituições. Consulte AQUI a lista disponibilizada pela Autoridade Tributária. No ficheiro PDF abaixo, poderá abrir o mesmo e consultar a lista das 3.760 IPSS, se desejar procurar a ADIC, basta para isso clicar nas teclas Crt+F e escrever no campo que é aberto a palavra ADIC ou o nº de contribuinte. 504000349. Bem haja A Direção


Publicada a 30 de março de 2018 às 17:27h
Possuir um espaço próprio, novo, moderno e funcional foi sempre um sonho da Associação. A primeira fase de construção da obra «estrutura e telhado», iniciou-se em janeiro de 2009 e foi dada por concluída em novembro do mesmo ano. Assim, o investimento global no que já se encontra construído ascende a um valor a rondar os € 500.000,00 (meio milhão de euros). Valor este totalmente suportado pela tesouraria da Instituição. Após oito anos, com a obra completamente parada por falta de financiamento, A Direção da ADIC – Associação de Defesa do Idoso e da Criança de Vilarinho, Lousã, torna público que foi publicado no Diário da República n.º 54/2018, Série II de 2018-03-16, o Anúncio de Procedimento 1565/2018, sendo que o anúncio declara aberto o procedimento do Concurso Público para a construção de uma estrutura residencial para pessoas idosas (ERPI), Centro de Dia (CD) e Serviço de Apoio Domiciliário /SAD) e poderá ser consultado AQUI na página do Diário da República. Valor do preço base do procedimento: 950.000,00 EUR. Plataforma eletrónica utilizada pela Instituição para o concurso: http://www.acingov.pt/acingov/ com o procedimento nº CP/1/2018. Prazo para apresentação das propostas: Até às 23h59m do 30 º dia a contar da data da publicação do anúncio. A necessidade de recurso a empréstimos bancários hipotecário de 1.000.000,00 €, vai ser um enorme desafio e uma tremenda responsabilidade sobre a gestão atual e futura da Associação, mas vamos todos acreditar que a decisão arrojada do investimento no equipamento vai ser a mais correta e que a ADIC permaneça em crescendo no apoio social a toda a comunidade que a procure e necessite da sua intervenção. O novo Centro Social representará uma enormíssima mais-valia social para todos aqueles que já necessitam ou porventura venham a necessitar de apoio, designadamente na vertente de equipamento residencial para idosos, uma vez que, atualmente, são obrigados a procurar fora e longe da sua terra o apoio para as suas necessidades, carências e problemas. Em anexo junta-se cópia do anúncio de procedimento publicado no Diário da República. A Direção


Publicada a 29 de março de 2018 às 17:58h
2017 um ano repleto de trabalho Solidário, 2018 as obras para conclusão do Novo Centro Social serão uma realidade. Teve lugar no passado dia 23 de março a assembleia geral ordinária da ADIC que contou com a presença de 32 associados. Fica aqui descrita uma breve resenha dos trabalhos, bem assim como os documentos aprovados. Relativamente ao primeiro ponto da ordem de trabalhos: Após ter sido dada a palavra pelo presidente da Assembleia geral Dr. Alcides Martins, o presidente da Direção Rogério Martins apresentou aos associados de uma forma muito resumida os principais pontos constantes do relatório de atividades onde destacou: Com o protocolo assinado a Direção da ADIC começou a diligenciar pela elaboração de um Estudo Económico-financeiro, a fim de ser apresentado em diversas Instituições Bancárias, com o objetivo de solicitar propostas de financiamento (empréstimo hipotecário) necessário para a conclusão das obras, dando também como garantia o valor protocolado acima referido. Várias foram as entidades bancárias contactadas ao longo do ano de 2017, mas somente obtivemos uma resposta concreta, uma resposta por escrito e favorável, que foi a do Crédito Agrícola. Sendo certo que, o Banco com que a ADIC trabalha, Banco BPI ainda não deu por encerradas as negociações; as solicitações de diversa documentação tem sido uma constante, aguardamos uma resposta definitiva da entidade bancária. Toda a documentação necessária ao lançamento do concurso público foi ao longo do segundo semestre de 2017 ultimado. O caderno de encargos foi apresentado à Direção e devidamente aprovado. O Júri do concurso foi escolhido e nomeado. Nesta fase a ADIC contou com toda a colaboração e disponibilidade do Município da Lousã e apoio do associado António Carvalho. Uma vez que existiu a necessidade de “retocar” alguns pormenores do projeto de arquitetura, a Direção decidiu submeter, em outubro, tais alterações à apreciação da Segurança Social. O parecer da Segurança Social, até 31/12/2017 não tinha chegado à ADIC e, já decorria o mês de janeiro de 2018 quando, finalmente, o visto favorável foi rececionado, contemplando: ERPI - 39 residentes Centro de Dia - 40 Utentes Serviço de Apoio Domiciliário - 60 Utentes Encontrando-se aprovados pela Direção, por unanimidade, os documentos do projeto, as peças do procedimento, programa do concurso, caderno de encargos e nomeação de júri, foi ainda necessário registar a ADIC na INCM a fim de, oportunamente, ser publicado o anúncio de abertura do concurso público no Diário da República (DR). Tudo o que era necessário tratar (documentação e burocracia) está tratado, pelo que o concurso será uma realidade talvez no primeiro trimestre de 2018, pelo valor do procedimento de 950.000,00 €, e é de crer, caso tudo corra normalmente que a empreitada para conclusão das obras do novo Centro Social de Vilarinho seja entregue à empresa vencedora no decurso dos próximos meses. Rogério Martins destacou ainda toda a atividade no âmbito do apoio social da ADIC, especialmente no que se refere às suas respostas sociais para crianças e para os seniores. Finalizando, referiu ainda que ao longo do ano muitas foram as situações que nos transtornaram, mas acreditamos que soubemos dar a cara, e mais importante ainda, dar a volta à situação com as alternativas que tínhamos ao nosso alcance (sempre legais e/ou de circunstâncias …). Referiu ainda, que muitas decisões foram tomadas e muitas outras adiadas por situações alheias à nossa vontade, aguardando por uma oportunidade que vá de encontro com os nossos objetivos e missão social. Esperamos, num futuro próximo dar respostas a todas as decisões que foram adiadas e ainda se encontram pendentes ... Lançamos ainda, o desafio aos associados, para serem mais intervenientes ao longo do ano, aportando sugestões e ideias, que possam ser trabalhadas em comum acordo e nos permitam gerar mais-valias para os nossos utentes. Vamos trabalhar em conjunto, unidos e de forma transparente, colocando de parte interesses não comuns, pois só assim conseguimos alcançar o sucesso institucional e o bem-estar para todos os nossos Utentes e demais colaboradoras. A terminar, a sua intervenção agradeceu em nome da Direção da ADIC a todos aqueles cujo empenhamento e dedicação muito contribuiu para o cumprimento da atividade retratada, sendo o tributo do nosso agradecimento em especial para as nossas Funcionárias, Colaboradores Voluntários, Parceiros e Amigos da Associação. * Seguidamente pelo tesoureiro Paulo Costa, foram apresentadas as contas referentes ao exercício de 2017, que resumiu: Total dos rendimentos - 412.788,19 € Total dos gastos - 405.388,62 € € Resultado líquido do exercício - 7.399,57. € Neste ponto, o tesoureiro deu ainda algumas explicações mais detalhadas sobre as rubricas mais importantes. Pelo tesoureiro foi ainda dada uma explicação sobre o protocolo com os Baldios, sendo que, no ano de 2017 já foi transferido para a ADIC o valor de 30.000,00 €, valor este registado contabilisticamente como subsídio ao investimento, não sendo assim contabilizado como ganho do exercício. O documento foi votado e aprovado por maioria Ponto 2 Neste ponto pelo presidente Rogério Martins foi informado que o Concurso Público para a conclusão das obras do novo Centro Social já se encontra a decorrer, tendo sido publicado o competente anúncio no Diário da República no passado dia 16 de março. No que se refere ao financiamento da obra o tesoureiro informou ainda que a ADIC tem uma resposta favorável de uma Instituição Bancária – Crédito Agrícola – e que existe documentação escrita dessa aceitação. Mais informou que ainda decorrem negociações preliminares com os Bancos BPI e Montepio. Findas estas negociações preliminares, a Direção da ADIC decidirá e passará a negociar formalmente com a Instituição bancária que irá financiar o equipamento social. Este ponto foi meramente informativo Ponto 3 Pelo presidente da Assembleia geral Dr. Alcides foi informado ter recebido uma carta de um associado, na qual eram abordados vários assuntos referentes ao Jardim de Infância. Essa mesma carta foi lida na integra pela Mesa aos associados presentes. Na sequência de tal missiva, a Direção entendeu por bem dar as explicações e esclarecimentos tidos por convenientes e oportunos para a ocasião, tendo para o efeito sido o vice-presidente da Direção João Melo que usou da palavra. Este ponto foi meramente informativo Abaixo, consulte todos os documentos. AQUI pode folhear e ler o Relatório e Contas


Publicada a 29 de março de 2018 às 10:30h
Decorreu a segunda fase (Avaliação física e auditiva) do Projeto AGA@4Life que tem como promotor o Instituto Politécnico de Coimbra. Mais uns dias de interação entre utentes das valências de Centro de Dia e Apoio Domiciliário com a vantagem da promoção da saúde gereátrica.


Previsão metereológica
Parceiros & Apoios

A "ADIC - Associação de Defesa do Idoso e da Criança de Vilarinho, Lousã" agradece a todas as entidades e organizações que reconhecem e apoiam a sua actividade.
letterbee